9 coisas que você precisa saber sobre Vitamina E

O que é vitamina E e o que ele faz?

A vitamina E é um nutriente solúvel em gordura encontrado em muitos alimentos.

No corpo, ele atua como um antioxidante , ajudando a proteger as células dos danos causados ​​pelos radicais livres.

Os radicais livres são compostos formados quando nossos corpos convertem os alimentos que comemos em energia.

As pessoas também estão expostas aos radicais livres no meio ambiente contra a fumaça do cigarro, a poluição do ar e a luz ultravioleta do sol.

O corpo também precisa de vitamina E para aumentar seu sistema imunológico para que ele possa combater a invasão de bactérias e vírus .

Isso ajuda a ampliar os vasos sanguíneos e evitar o coagulação do sangue dentro deles.

Além disso, as células usam a vitamina E para interagir uns com os outros e para desempenhar muitas funções importantes.

Quanto vitamina E eu preciso?

A quantidade de vitamina E que você precisa a cada dia depende da sua idade. Os consumos diários recomendados diários são listados abaixo em miligramas (mg) e em unidades internacionais (IU). As etiquetas dos pacotes indicam a quantidade de vitamina E em alimentos e suplementos dietéticos na IU.

Quais alimentos fornecem vitamina E?

A vitamina E é encontrada naturalmente em alimentos e é adicionada a alguns alimentos enriquecidos. Você pode obter quantidades recomendadas de vitamina E comendo uma variedade de alimentos, incluindo o seguinte:

  • Óleos vegetais como óleos de germe de trigo, girassol e açafrão estão entre as melhores fontes de vitamina E. Os óleos de milho e de soja também fornecem alguma vitamina E.
  • Nozes (como amendoim, avelãs e, especialmente, amêndoas) e sementes (como sementes de girassol) também estão entre as melhores fontes de vitamina E.
  • Vegetais verdes, como espinafre e brócolis, fornecem alguma vitamina E.
  • As empresas de alimentos adicionam vitamina E a alguns cereais para o café da manhã, sucos de frutas, margarinas e pastas e outros alimentos. Para descobrir quais vitaminas E, verifique os rótulos dos produtos.

Quais os tipos de suplementos dietéticos de vitamina E disponíveis?

Os suplementos de vitamina E vêm em diferentes quantidades e formas. Duas coisas principais a serem consideradas ao escolher um suplemento de vitamina E são:

  1. A quantidade de vitamina E: a maioria dos suplementos multivitamínicos e minerais de uma vez por dia fornece cerca de 30 UI de vitamina E, enquanto que os suplementos de vitamina E geralmente contêm 100 a 1000 UI por comprimido. As doses em suplementos de vitamina E são muito superiores às quantidades recomendadas. Algumas pessoas tomam grandes doses porque acreditam ou esperam que isso os mantenha saudáveis ​​ou reduzam o risco de certas doenças.
  2. A forma de vitamina E: Embora a vitamina E soja como uma única substância, é, na verdade, o nome de oito compostos relacionados nos alimentos, incluindo o alfa-tocoferol . Cada forma tem uma potência diferente, ou nível de atividade no corpo.

A vitamina E de fontes naturais (alimentares) é comumente designada como ”d-alfa-tocoferol” na embalagem de alimentos e rótulos de suplemento. A vitamina E sintética (feita em laboratório) é comumente referida como ” dl -alfa-tocoferol”. A forma natural é mais potente. Por exemplo, 100 UI de vitamina E natural é igual a cerca de 150 UI da forma sintética.

Alguns suplementos de vitamina E fornecem outras formas de vitamina, como gamma-tocoferol, tocotrienóis e tocoferóis mistos. Os cientistas não sabem se algumas dessas formas são superiores ao alfa-tocoferol em suplementos.

Estou recebendo suficiente vitamina E?

As dietas da maioria dos americanos fornecem menos do que as quantidades recomendadas de vitamina E. No entanto, as pessoas saudáveis ​​raramente mostram sinais claros de que eles não estão recebendo suficiente vitamina E (veja a próxima pergunta para obter informações sobre os sinais de deficiência de vitamina E).

O que acontece se eu não tiver vitamina E suficiente?

A deficiência de vitamina E é muito rara em pessoas saudáveis. É quase sempre ligado a certas doenças em que a gordura não é devidamente digerida ou absorvida. Exemplos incluem doença de Crohn, fibrose cística e certas doenças genéticas raras, como abetalipoproteinemia e ataxia com deficiência de vitamina E (AVED). A vitamina E precisa de gordura para o sistema digestivo para absorvê-lo.

A deficiência de vitamina E pode causar danos nos nervos e músculos que resultam em perda de sensação nos braços e pernas, perda de controle do movimento do corpo, fraqueza muscular e problemas de visão. Outro sinal de deficiência é um sistema imunológico enfraquecido.

Quais são alguns dos efeitos da vitamina E sobre a saúde?

Quais são alguns dos efeitos da vitamina E sobre a saúde?

Doença cardíaca

Alguns estudos ligam a maior ingestão de vitamina E de suplementos para menores chances de desenvolver doenças cardíacas. Mas a melhor pesquisa não encontra nenhum benefício. As pessoas nesses estudos são aleatoriamente designadas para tomar vitamina E ou um placebo (pílula falsa sem vitamina E ou ingredientes ativos) e eles não sabem o que estão tomando. Os suplementos de vitamina E não parecem prevenir doenças cardíacas, reduzir sua gravidade ou afetar o risco de morte por esta doença. Os cientistas não sabem se uma ingestão elevada de vitamina E pode proteger o coração em pessoas mais novas e saudáveis ​​que não apresentam alto risco de doença cardíaca.

Câncer

A maioria das pesquisas indica que a vitamina E não ajuda a prevenir câncer e pode ser prejudicial em alguns casos. Grandes doses de vitamina E não têm consistentemente reduzido o risco de câncer de cólon e mama em estudos, por exemplo. Um grande estudo descobriu que tomar suplementos de vitamina E (400 Ul/dia) durante vários anos aumentou o risco de desenvolver câncer de próstata em homens. Dois estudos que seguiram homens e mulheres de meia-idade por 7 ou mais anos descobriram que a vitamina E extra (300-400 UI/dia, em média) não os protegeu de qualquer tipo de câncer. No entanto, um estudo encontrou uma ligação entre o uso de suplementos de vitamina E por 10 anos ou mais e um menor risco de morte por câncer de bexiga.

Os suplementos dietéticos de vitamina E e outros antioxidantes podem interagir com quimioterapia e terapia de radiação. Pessoas submetidas a esses tratamentos devem conversar com seu médico ou oncologista antes de tomar vitamina E ou outros suplementos antioxidantes, especialmente em altas doses.

Distúrbios oculares

A degeneração macular relacionada com a idade (AMD), ou a perda de visão central em pessoas mais velhas e cataratas estão entre as causas mais comuns de perda de visão em pessoas mais velhas. Os resultados da pesquisa sobre se a vitamina E podem ajudar a prevenir essas condições são inconsistentes. Entre as pessoas com AMD que estavam em alto risco de desenvolver AMD avançada, um suplemento que contém grandes doses de vitamina E combinadas com outros antioxidantes, zinco e cobre, mostrou-se promissor para diminuir a taxa de perda de visão.

Função mental

Vários estudos investigaram se os suplementos de vitamina E podem ajudar os idosos a permanecerem mentalmente alertas e ativos, bem como prevenir ou diminuir o declínio da função mental e da doença de Alzheimer. Até agora, a pesquisa fornece pouca evidência de que tomar suplementos de vitamina E pode ajudar pessoas saudáveis ​​ou pessoas com problemas de funcionamento mental leves para manter a saúde do cérebro.

A vitamina E pode ser prejudicial?

Comer vitamina E em alimentos não é arriscada ou prejudicial.

Na forma de suplemento, no entanto, doses elevadas de vitamina E podem aumentar o risco de sangramento (reduzindo a capacidade do sangue de formar coágulos após um corte ou lesão) e de sangramento grave no cérebro (conhecido como AVC hemorrágico). Por causa desse risco, o limite superior para adultos é de 1.500 UI/dia para suplementos feitos a partir da forma natural de vitamina E e 1.100 UI/dia para suplementos feitos a partir de vitamina E sintética. Os limites superiores para crianças são menores que os adultos. Algumas pesquisas sugerem que tomar suplementos de vitamina E mesmo abaixo desses limites superiores pode causar danos. Em um estudo, por exemplo, homens que levaram 400 UI de vitamina E por dia durante vários anos tiveram um risco aumentado de câncer de próstata.

Há alguma interação com vitamina E que eu deveria saber?

Os suplementos dietéticos de vitamina E podem interagir ou interferir com certos medicamentos que você toma. aqui estão alguns exemplos:

  • A vitamina E pode aumentar o risco de sangramento em pessoas que tomam medicamentos anticoagulantes ou antiplaquetários, como a varfarina (Coumadin®).
  • Em um estudo, a vitamina E e outros antioxidantes (como vitamina C, selênio e beta-caroteno ) reduziram os efeitos protetores do coração de dois medicamentos tomados em combinação (estatina e niacina) para afetar os níveis de colesterol no sangue.
  • Tomar suplementos antioxidantes enquanto se submete a quimioterapia ou terapia de radiação para câncer pode alterar a eficácia desses tratamentos.

Informe o seu médico, farmacêutico e outros prestadores de cuidados de saúde sobre quaisquer suplementos dietéticos e remédios que você tome. Eles podem dizer se esses suplementos dietéticos podem interagir ou interferir com seus medicamentos prescritos ou de venda livre, ou se os medicamentos podem interferir com a forma como seu corpo absorve, usa ou quebra nutrientes.

Vitamina E e alimentação saudável

As pessoas devem tirar a maior parte de seus nutrientes dos alimentos, aconselha as diretrizes dietéticas. Os alimentos contêm vitaminas, minerais, fibras dietéticas e outras substâncias que beneficiam a saúde. Em alguns casos, alimentos fortificados e suplementos dietéticos podem fornecer nutrientes que de outra forma podem ser consumidos em quantidades menos recomendadas. Para obter mais informações sobre como construir uma dieta saudável consulte seu nutricionista.

SAIBA MAIS:

Mito ou Verdade: comer a noite engorda ?

Como o Açúcar Afeta Seu Cérebro

Detox: Seus benefícios e malefícios

Receba seu boletim gratuito!

Coma mais inteligente e sem terrorismos com as melhores dicas e conselhos nutricionais entregues diariamente à sua caixa de entrada.

Dicas e Conselhos sobre Nutrição

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *