Os micronutrientes incluem vitaminas e minerais, e são um dos principais grupos de nutrientes que o nosso corpo necessita.

As vitaminas são necessárias para a produção de energia, função imunológica, coagulação do sangue e outras atividades.

Enquanto isso, os minerais desempenham um papel importante no crescimento, saúde dos ossos, equilíbrio de fluidos e vários outros processos.

Leia detalhadamente a seguir sobre os micronutrientes, suas funções e benefícios. Mas não esqueça de se inscrever para receber nosso boletim gratuito 🙂

[cp_popup display=”inline” style_id=”3147″ step_id = “1”][/cp_popup]

O que são micronutrientes?

Micronutrientes são vitaminas e minerais.

O termo é usado para descrever vitaminas e minerais em geral. Já os macronutrientes incluem proteínas, gorduras e carboidratos. O nome se refere a quantidade que o nosso corpo precisa, por isso “macro” e “micro”.

Já que não somos capazes de produzi-los, devemos obtê-los através de nossa alimentação. É por isso que eles também são conhecidos como nutrientes essenciais.

Vitaminas são compostos orgânicos produzidos por plantas e animais que podem ser decompostos pelo calor, ácido ou ar. Por outro lado, os minerais são inorgânicos, existem no solo ou na água e não podem ser decompostos.

Quando nos alimentamos, consumimos as vitaminas que as plantas e os animais criaram ou os minerais que eles absorveram.

A quantidade de micronutrientes de cada alimento é diferente, por isso é melhor ter uma dieta variada para obter vitaminas e minerais suficientes, já que cada um tem um papel específico na sua saúde.

Elas são vitais para o crescimento, sistema imunológico, desenvolvimento do cérebro e outras tarefas importantes. Dependendo de sua função, certos micronutrientes também desempenham um papel na prevenção e no combate às doenças (1, 2, 3, 4, 5, 6).

Os minerais e as vitaminas são essenciais para o nosso crescimento, sistema imunológico e outras tarefas importantes. Também agem na prevenção e no combate às doenças.

Tipos e funções dos micronutrientes

Vitaminas e minerais são divididos em quatro categorias: vitaminas solúveis em água, vitaminas lipossolúveis, macrominerais e oligoelementos.

Independentemente do tipo, eles são absorvidos de forma semelhante pelo nosso corpo e interagem em muitos processos.

Vitaminas solúveis em água

A maioria das vitaminas se dissolvem em água e, portanto, são conhecidas hidrossolúveis. Elas não são armazenadas facilmente em seu corpo e são eliminadas pela urina quando consumidas em excesso.

Enquanto cada vitamina solúvel em água tem um papel único, suas funções estão relacionadas.

Por exemplo, a maioria das vitaminas B atua como coenzimas que ajudam a desencadear importantes reações químicas. Muitas dessas reações são necessárias para a produção de energia.

As vitaminas hidrossolúveis e algumas de suas funções são:

  • Vitamina B1 (tiamina): Ajuda a transformar nutrientes em energia (7).
  • Vitamina B2 (riboflavina): Necessária para produção de energia, função celular e metabolismo (8).
  • Vitamina B3 (niacina): Impulsiona a produção de energia a partir dos alimentos (9, 10).
  • Vitamina B5 (ácido pantotênico): Necessária para a síntese de ácidos graxos (11).
  • Vitamina B6 (piridoxina): Ajuda o corpo a liberar açúcar dos carboidratos armazenados para energia e criar glóbulos vermelhos (12).
  • Vitamina B7 (biotina): Desempenha um papel no metabolismo de ácidos graxos, aminoácidos e glicose (13).
  • Vitamina B9 (folato): Importante para a divisão celular adequada (14).
  • Vitamina B12 (cobalamina): Necessária para a formação de glóbulos vermelhos e para o bom funcionamento do sistema nervoso e do cérebro (15).
  • Vitamina C (ácido ascórbico): Necessária para a criação de neurotransmissores e colágeno, a principal proteína da pele (16).

Veja a tabela a seguir com as fontes de vitaminas solúveis em água, bem como as quantidades diárias recomendadas de cada uma:

NutrienteFonteRD (Adultos +19)
Vitamina B1Carne, peixe1.1 – 1.2 mg
Vitamina B2Ovos, leite1.1 – 1.3 mg
Vitamina B3Salmão, feijão14 – 16 mg
Vitamina B5Atum, avocado5 mg
Vitamina B6Batata, leite1.3 mg
Vitamina B7Ovos, espinafre30 mcg
Vitamina B9Fígado, aspargo400 mg
Vitamina B12Peixe, carne2.4 mcg

Vitamina C
Frutas cítricas75 0 90 mg

Vitaminas lipossolúveis

As vitaminas lipossolúveis não se dissolvem na água. Elas são absorvidas melhor quando consumidas ao lado de uma fonte de gordura. Depois disso, são armazenadas no fígado e nos tecidos adiposos para uso futuro.

Os nomes e funções das vitaminas lipossolúveis são:

  • Vitamina A: Fortalece o sistema imunológico e protege a pele (17).
  • Vitamina D: Também tem papel na função imunológica, auxilia na absorção de cálcio e no crescimento ósseo (18).
  • Vitamina E: Além de auxiliar o sistema imunológico, age como um antioxidante que protege as células contra danos (19).
  • Vitamina K: Necessária para a coagulação sanguínea e para o desenvolvimento ósseo (20).

Leia mais sobre a importância da vitamina A, clicando aqui.

Veja a tabela a seguir com as fontes de vitaminas lipossolúveis, bem como as quantidades diárias recomendadas de cada uma:

NutrienteFonteRD (Adultos +19)
Vitamina AFígado, espinafre700 – 900 mcg
Vitamina DLuz do sol, peixe600 – 800 UI
Vitamina ESementes de girassol15 mg
Vitamina KAbóbora90 – 120 mcg

Macrominerais

São necessários em quantidades maiores do que os oligoelementos, para que possam desempenhar seus papéis específicos no corpo.

Os macrominerais e algumas de suas funções são:

  • Cálcio: Necessário para a estrutura e funcionamento dos ossos e dentes. Auxilia na função muscular e na contração dos vasos sanguíneos (21).
  • Fósforo: Ajuda no funcionamento da estrutura da membrana óssea e celular (22).
  • Magnésio: Auxilia mais de 300 reações enzimáticas, incluindo regulação da pressão arterial (23).
  • Sódio: Eletrólito que auxilia no equilíbrio de fluidos e na manutenção da pressão arterial (24).
  • Cloreto: Frequentemente encontrado em combinação com sódio. Ajuda a manter o equilíbrio de fluidos e é usado para fazer sucos digestivos (25).
  • Potássio: Mantém o estado do fluido nas células e ajuda na transmissão nervosa e na função muscular (26).
  • Enxofre: Faz parte do funcionamentos dos tecidos vivos e aminoácidos metionina e cisteína (27).

Veja a tabela a seguir com as fontes de macrominerais, bem como as quantidades diárias recomendadas de cada um:

NutrienteFonteRD (Adultos +19)
CálcioBrócolis, laticínios2.000 – 2.500 mg
FósforoSalmão, iogurte700 mg
MagnésioFeijão preto310 – 420 mg
SódioSal2.300 mg
CloretoSal, salsão1.800 – 2.300 mg
PotássioLentilhas, bananas4.700 mg
EnxofreAlho, cebolaNão determinado

Oligoelementos

São necessários em quantidades menores que os macrominerais, mas ainda exercem importantes funções para o corpo.

Os oligoelementos e algumas de suas funções são:

  • Ferro: Ajuda a fornecer oxigênio aos músculos e auxilia na criação de certos hormônios (28).
  • Manganês: Age no metabolismo de carboidratos, aminoácidos e colesterol (29).
  • Cobre: Necessário para a formação de tecido conjuntivo, e também no funcionamento do cérebro e do sistema nervoso (30).
  • Zinco: Utilizado no crescimento, no sistema imunológico e na cicatrização de feridas (31).
  • Iodo: Auxilia na regulação da tireóide (32).
  • Fluoreto: Necessário para o desenvolvimento de ossos e dentes (33).
  • Selênio: Importante para a saúde da tireoide, reprodução e defesa contra danos oxidativos (34).

Veja a tabela a seguir com as fontes de oligoelementos, bem como as quantidades diárias recomendadas de cada um:

NutrienteFonteRD (Adultos +19)
FerroEspinafre8 – 18 mg
ManganêsAbacaxi1.8 – 2.3 mg
CobreFígado900 mcg
ZincoOstras8 – 11 mg
IodoIogurte150 mcg
FluoretoÁgua3 – 4 mg
SelênioCastanha-do-Pará55 mcg

Resumo: Os micronutrientes podem ser divididos em quatro grupos – vitaminas solúveis em água, vitaminas lipossolúveis, macrominerais e oligoelementos. As funções, fontes alimentares e ingestão recomendada de cada vitamina e mineral variam.

Benefícios dos micronutrientes

Benefícios dos Micronutrientes

Todos eles são extremamente importantes para o bom funcionamento do nosso corpo.

Por isso, consumir uma quantidade adequada das diferentes vitaminas e minerais é fundamental para a saúde ideal e pode até ajudar a combater doenças.

Isso ocorre porque eles também atuam como antioxidantes, que protegem o corpo contra danos celulares associados a certas condições como câncer, Alzheimer e doenças cardíacas (35, 36, 37).

Pesquisas associaram uma ingestão dietética adequada de vitaminas A e C com menor risco de alguns tipos de câncer (38, 39).

Uma revisão de sete estudos descobriu que as vitaminas E, C e A estão associadas a um risco reduzido de 24%, 17% e 12% de desenvolver o Mal de Alzheimer, respectivamente (40, 41).

Uma outra revisão de estudos descobriu que o risco de doenças cardíacas diminuiu em 24% quando as concentrações sangüíneas de selênio aumentaram em 50% (42).

Além de atuarem no funcionamento do organismo, os micronutrientes também exercem papel de antioxidantes, protegendo nosso corpo contra danos celulares associados a doenças como câncer e Alzheimer.

Deficiências

A maioria dos adultos saudáveis consegue obter uma quantidade adequada de micronutrientes a partir de uma dieta balanceada, mas existem algumas deficiências nutricionais comuns que nos afetam.

Esses incluem:

  • Vitamina D: A maioria da população brasileira apresenta deficiência em vitamina D, principalmente devido à falta de exposição ao sol (43).
  • Vitamina B12: Veganos e vegetarianos podem desenvolver privação de vitamina B12 por não consumirem produtos de origem animal. Idosos também estão em risco devido à diminuição da absorção com a idade (44, 45).
  • Vitamina A: As dietas de mulheres e crianças nos países em desenvolvimento muitas vezes carecem de vitamina A adequada (46).
  • Ferro: A deficiência desse mineral é comum entre crianças em idade pré-escolar, mulheres menstruadas e veganos (47, 48).
  • Cálcio: Aproximadamente 22% e 10% de homens e mulheres acima de 50 anos, respectivamente, não recebem cálcio suficiente (49).

Os sinais, sintomas e efeitos a longo prazo dessas deficiências dependem de cada nutriente, mas podem ser prejudiciais ao pleno funcionamento do corpo e à saúde ideal.

A partir de uma dieta balanceada é possível adquirir todos os micronutrientes necessários. Mas a deficiência de vitaminas e minerais ainda afeta grande parte da população, principalmente em relação a vitamina D.


O termo micronutrientes refere-se a vitaminas e minerais, que podem ser divididos em macrominerais, oligoelementos e vitaminas solúveis em água e gordura.

As vitaminas são necessárias para a produção de energia, função imunológica, coagulação do sangue e outras funções, enquanto os minerais beneficiam o crescimento, a saúde óssea, o equilíbrio de fluidos e outros processos.

Para obter a quantidade adequada de micronutrientes, tenha uma dieta balanceada contendo alimentos variados.

Veja também:

Guia de  Vitaminas

Guia de Minerais

Guia de Aminoácidos

Guia de Dietas

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here


Quer receber dicas sobre Nutrição? Marque aqui ;)