8 Alimentos Gordurosos que Emagrecem

Alimentos Gordurosos que Emagrecem ? Gordura ? É possível SIM!

Você nem sempre o que você come. Se fosse assim, as pessoas que comiam muitos cachorros-quentes e costeletas de porco seriam paredes sólidas de músculo. As pessoas que comiam muita massa seriam magras e sem gordura. As pessoas que comiam muita torta de pecan seriam como a Zooey Deschanel (doce, mas maluca e escamosa). E as pessoas que comiam mais alimentos gordurosos seriam mais gordas.

Mas como assim? Essa última sentença é verdadeira? Pessoas que comem gordura são gordas? Bem, não, ou pelo menos não necessariamente. A ciência mostra que comer gordura não vai engordar mais do que queimar dinheiro vai fazer você ficar rico. Na verdade, escolher o tipo certo de gordura é um dos truques mais importantes para perder peso.

Agora, comer alimentos que são embalados com os tipos errados de gordura vai fazer você engordar. As gorduras trans encontradas em crostas de torta e outros produtos assados, e gorduras saturadas encontradas em carnes processadas e alimentadas com grãos, adicionam calorias pesadas ao mesmo tempo em que prejudicam principalmente os resultados nutricionais de seu corpo. Mas as gorduras saudáveis ​​farão o oposto: elas podem acabar com seu apetite, diminuindo o número de calorias ingeridas em um dia, melhorando a saúde do seu coração e estimulando seu metabolismo.

Alimentos gordurosos que emagrecem? Onde você pode se inscrever? Bem aqui!

Alimento 1 – Carne Alimentada com Capim

O primeiro alimento que ajuda a emagrecer é a carne alimentada com capim

Nos sabemos: carne hoje em dia, está um pouco cara. Mas sua maior proporção de gorduras “boas para você” faz valer a pena o custo: um estudo no Nutrition Journal descobriu que a carne alimentada com capim contém níveis mais altos de ácidos graxos ômega-3, que são conhecidos por reduzir o risco de doenças cardíacas. E quando se trata de sua cintura, a carne alimentada com capim é naturalmente mais magra e tem menos calorias do que a carne convencional. Considere isto: um bife convencional de 198 gramas, removida a gordura, vai te dar 386 calorias e 14 gramas de gordura. Mas um bife de 198 gramas alimentado com capim tem apenas 234 calorias e cinco gramas de gordura, só aqui você economiza mais de 150 calorias e seu bife terá um sabor melhor. E aproveite sua carne, livre de culpa, fazendo um dos melhores hambúrgueres para perda de peso.

Alimento 2 – Azeite

O segundo alimento que ajuda a emagrecer é o azeite

O azeite de oliva é rico em polifenóis que combatem o câncer e em gorduras monoinsaturadas que fortalecem o coração, e quando se trata de parecer enxuto, é apoiado por alguns fatos bastante fortes. Um estudo recente da Obesity descobriu que uma dieta rica em azeite resultou em níveis mais elevados de adiponectina do que uma dieta rica em carboidratos ou rica em proteínas. Adiponectina é um hormônio responsável por quebrar as gorduras no corpo, e quanto mais você tem, menor o seu IMC tende a ser. Colher os benefícios, tornando o azeite de sua gordura de cozinha de escolha e usá-lo em molhos e molhos.

Alimento 3 – Coco

O terceiro alimento que ajuda a emagrecer é o coco

O coco é rico em gordura saturada, mas mais da metade disso vem do ácido láurico, um lipídio único que combate bactérias e melhora os níveis de colesterol. E veja o seguinte: Um estudo publicado na Lipids descobriu que a suplementação dietética de óleo de coco reduziu a obesidade abdominal. Dos participantes, metade recebeu duas colheres de sopa de óleo de coco diariamente e a outra metade recebeu óleo de soja, e embora ambos os grupos tenham experimentado perda de peso total, apenas as cinturas dos consumidores de óleo de coco diminuíram. Polvilhe flocos sem açúcar com iogurte ou use leite de coco no lugar do óleo de soja nas suas receitas.

Alimento 4 – Chocolate Amargo

O quarto alimento que ajuda a emagrecer é o coco

Boas notícias para os fan(áticos): o chocolate pode ajudá-lo a diminuir aquela sua barriga de chopp. Chocolate amargo (70-85%), aquele branco tem de tudo, menos chocolate. Mas para realmente aproveitar, não espere até a sobremesa: um estudo recente descobriu que quando os homens comem 100 gramas de chocolate duas horas antes de uma refeição, aqueles que comeram chocolate amargo consomem 17% menos calorias do que aqueles que comem chocolate ao leite. Os pesquisadores acreditam que isso ocorre porque o chocolate amargo contém manteiga de cacau pura, uma fonte de ácido esteárico que reduz a digestão. O teor de manteiga de cacau do chocolate ao leite, por outro lado, é temperado com gordura adicionada de manteiga e, como resultado, passa mais rapidamente pelo seu trato gastrointestinal. Como o chocolate amargo leva mais tempo para ser processado, evita a fome e ajuda a perder peso.

Alimento 5 – Manteiga De Amêndoa

O quinto alimento que ajuda a emagrecer é o coco

Numerosos estudos indicaram que as amêndoas podem ajudar a perder peso apesar de seu alto teor de gordura. De fato, um estudo do International Journal of Obesity and Related Metabolic Disorders comparou duas dietas ao longo de seis meses. Um grupo seguiu uma dieta baixa em gorduras, com restrição calórica (18 por cento de gordura) e o outro seguiu uma dieta moderada em gordura (39 por cento de gordura) na qual a gordura extra foi fornecida por amêndoas. O último grupo perdeu mais peso do que o grupo de baixo teor de gordura, apesar do fato de que ambos os grupos consumiram a mesma quantidade de calorias totais. Além disso, os comedores de amêndoa experimentaram uma redução de 50% na cintura. Como isso é possível? Amêndoas contêm compostos que limitam a quantidade de gordura absorvida pelo corpo, por isso algumas passam por não digeridas. Tente misturar a manteiga de amêndoa com sua aveia, espalhando-a em torradas com fatias de banana, ou comer algumas colheradas como um lanche.

Alimento 6 – Abacate

O sexto alimento é uma gordura muito boa chamada de abacate

Esta fruta maravilhosa é essencialmente a manteiga da Mãe Natureza. É rico, cremoso e – ao contrário da manteiga – um alimento aceitável para comer sozinho. Embora você deva limitar o consumo a um quarto ou a metade de um abacate, no geral não tem motivos para temer suas gorduras. Os abacates embalam em gorduras monoinsaturadas saudáveis ​​que contêm ácido oleico, o que pode realmente ajudar a diminuir a sensação de fome. Eles também te dão duas coisas que a manteiga não faz: proteína e fibra. Todos nós amamos o guacamole – talvez um pouco demais – mas uma maneira fácil e deliciosa de aproveitar alguns benefícios para a saúde em seu dia é aproveitar o clássico australiano, o sucesso do abacate. Amasse metade ou um quarto de um abacate com um pouco de limão, uma pitada de molho picante e um pouco de sal e pimenta antes de espalhar a torrada inteira de trigo pela manhã e você vai ficar cheio até a hora do almoço.

Alimento 7 – Iogurte Grego

O sétimo alimento que ajuda a emagrecer é o iogurte grego

O corredor de laticínios é aquele que você precisa entrar com os olhos bem abertos: os iogurtes podem embalar tanto açúcar quanto uma barra de chocolate ao leite. Se você fosse comer muito açúcar, estamos achando que você teria escolhido a barra de chocolate. O iogurte grego é uma boa escolha devido à sua proteína extra e boa combinação de gorduras; a proteína leva mais tempo até a quebra e a gordura faz você se sentir satisfeito, então você vai passar pela manhã sem ter vontade de lanchar. Para efeitos que você sentirá durante todo o dia, adicione um iogurte grego com baixo teor de açúcar e alto teor de proteína ao seu ritual de café da manhã. Em um estudo de 2013 no American Journal of Clinical Nutrition, as adolescentes com excesso de peso tiveram uma melhora significativa no controle do apetite e redução nos lanches noturnos quando comeram café da manhã com 35 gramas de proteína. Quando foi a última vez que o seu café da manhã o ajudou até você ir dormir?

Alimento 8 – Salmão

O oitavo alimento que ajuda a emagrecer é o salmão

O salmão é tão bom quanto se imagina quando se trata de gordura, mas vale a pena repetir seus benefícios para a saúde. Adicionando um filé deste peixe em sua dieta apenas duas vezes por semana para obter a quantidade de ácidos graxos ômega-3 saudáveis ​​para o coração recomendados pela American Heart Association. Pessoas saudáveis ​​não são as únicas a colher as recompensas de suas escolhas de jantar. Mesmo aqueles que já correm um alto risco de desenvolver doenças cardiovasculares podem ficar tranquilos comendo salmão algumas vezes por semana. Os ômega-3 reduzem o risco de arritmia, diminuem os níveis de triglicérides e podem, na verdade, baixar ligeiramente a pressão arterial. Adicione um pouco de salmão em uma salada com um pouco de abacate picado por um duplo desconto sobre os benefícios para a saúde.

SAIBA MAIS:

Antioxidantes Naturais: Fontes e Benefícios

Chá Verde: Benefícios, Efeitos Colaterais e Pesquisa

Receba seu boletim gratuito!

Coma mais inteligente e sem terrorismos com as melhores dicas e conselhos nutricionais entregues diariamente à sua caixa de entrada.

Dicas e Conselhos sobre Nutrição

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *