Dieta Slow Carb: Guia Completo

A dieta slow carb foi criada em 2010 pelo americano Timothy Ferriss, autor do livro “4 horas por semana”.

Ele alega que é possível perder gordura corporal otimizando qualquer um desses três fatores: dieta, exercícios ou regime de suplemento.

Como a dieta cetogênica, a slow carb é baseada em uma ingestão muito baixa de carboidratos, baseada em cinco regras.

Em geral, envolve consumir uma lista limitada de alimentos por seis dias consecutivos, com um dia livre uma vez por semana.

Veja agora o guia completo que preparamos sobre a dieta.

O que é a dieta slow carb

O que é a  Dieta Slow Carb?

Baseada em cinco regras, ela consiste em seguir uma série de diretrizes que prometem ajudar o corpo a maximizar a capacidade de queimar gordura e perder peso.

Uma lista de alimentos é permitida durante seis dias da semana, com quatro refeições em cada um. Deve-se evitar o consumo de carboidratos refinados, frutas e bebidas de alto teor calórico. O sétimo dia é livre para comer o que quiser.

A dieta slow carb incorpora cinco grupos principais de alimentos: proteína animal, vegetais, leguminosas, gorduras e temperos.

Cada refeição consiste no quanto você deseja dos três primeiros, além de pequenas quantidades dos dois últimos.

Além disso, o plano sugere tomar suplementos dietéticos para ajudar a melhorar o processo de emagrecimento. Porém não é obrigatório.

O princípio dessa dieta é muito parecido com a cetogênica: aumentar a ingestão de proteínas e diminuir o consumo de carboidratos, o que aumenta a sensação de saciedade e reduz as reservas de gordura, resultando a perda de peso (1, 2).

Baseada em cinco regras, a dieta slow carb consiste na diminuição da ingestão de carboidratos e aumento do consumo de proteínas. O que resulta em uma sensação maior de saciedade e reduz as reservas de gorduras, levando a perda de peso.

Regras da dieta slow carb

A dieta slow carb baseia-se em cinco regras:

Regra #1: Evite Carboidratos “Brancos”

Os chamados carboidratos brancos são todos os alimentos processados feitos com farinha refinada, incluindo macarrão, pão e cereais.

Caso deseja aumentar força, deve consumi-los 30 minutos depois de terminar um treino de resistência. Já para perder peso, eles devem ficar completamente de fora da sua dieta.

Regra #2: Coma as mesmas refeições várias vezes

O criador da dieta slow carb afirma que, embora existam muitos alimentos disponíveis, há apenas alguns que não vão causar ganho de peso.

A ideia é combinar os alimentos permitidos de cada grupo permitido para construir refeições e repetir essas refeições todos os dias.

Regra #3: Não beba calorias

A dieta recomenda beber muita água durante todo o dia. Outras bebidas sugeridas incluem chá sem açúcar, café ou qualquer outra bebida sem calorias.

A base desta regra é que as bebidas fornecem pouco ou nenhum valor nutricional. Portanto, a dieta indica que você só obtenha calorias de alimentos nutritivos, não bebidas.

Regra #4: Não coma fruta

Mesmo que as frutas sejam tecnicamente parte de uma alimentação balanceada, a dieta slow carb sugere que elas não são úteis na tentativa de perda de peso.

Essa idéia é baseada no fato de que a frutose, o açúcar das frutas, pode atrasar o processo de emagrecimento, aumentando os níveis de gordura no sangue e diminuindo a capacidade de queima de gordura.

Regra # 5: Tire um dia de folga por semana

A dieta slow carb permite que você escolha um dia por semana para comer o que quiser. Neste dia, não é necessário seguir nenhuma das outras regras.

A dieta slow carb é baseada em cinco regras: evitar carboidratos brancos, comer a mesma refeição, não consumir bebidas calóricas, não comer frutas e comer o que quiser um dia por semana.

Quais alimentos estão liberados?

O que comer na dieta Slow carb?

A dieta slow carb é baseada em cinco grupos alimentares: proteínas, vegetais, leguminosas, gorduras e temperos.

Dentro de cada, apenas alguns alimentos são permitidos. O criador da dieta afirma que, quanto mais opções para escolher, maior a probabilidade de se desviar ou desistir da dieta.

Confira abaixo a lista de alimentos permitidos na dieta slow carb:

GruposAlimentos
Proteínas▪️ Clara de 1 a 2 ovos
▪️ Peito de frango ou coxa
▪️ Carne de vaca
▪️ Peixe
▪️ Carne de porco
▪️ Pó de proteína de soro sem lactose e sem sabor
Leguminosas▪️ Lentilhas
▪️ Feijão preto
▪️ Feijão carioca
▪️ Feijão vermelho
Vegetais▪️ Espinafre
▪️ Vegetais crucíferos (como brócolis, couve de Bruxelas, couve-flor e couve)
▪️ Chucrute
▪️ Kimchi
▪️ Aspargos
▪️ Ervilhas
▪️ Vagem
Gorduras▪️ Manteiga
▪️ Azeite de oliva
▪️ Óleo de semente de uva
▪️ Nozes (como amêndoas)
▪️ Ghee
Temperos▪️ Sal
▪️ Alho
▪️ Ervas

A dieta slow carb é concentrada em cinco grupos de alimentos: proteínas, leguminosas, vegetais, gorduras e temperos. É recomendada grandes quantidades dos três primeiros e pouca quantidade do dois últimos.

Quais alimentos evitar

Além de indicar quais alimentos de cada grupo comer, a dieta slow carb também descreve alguns para evitar durante o processo de emagrecimento e também para o resto da vida. Veja alguns exemplos:

1. Frutas

Como mostramos na regra número 4, frutas não são permitidas na dieta slow carb. Elas contêm frutose, um açúcar simples que aumenta os níveis de gordura no sangue.

Além disso, a dieta diz que a frutose aumenta a absorção de ferro e diminui os níveis de outros minerais, como o cobre.

2. Laticínios

Os produtos lácteos não são recomendados na dieta de carboidratos lentos. Segundo a dieta, embora os laticínios tenham um baixo índice glicêmico, eles aumentam os níveis de insulina, o que é prejudicial para a perda de peso.

Apenas o queijo cottage está permitido, já que o autor da dieta afirma que ele contém altos níveis da proteína caseína e níveis mais baixos de lactose do que outros produtos lácteos.

3. Frituras

As frituras são ricas em calorias e, muitas vezes, baixas em valor nutricional. Além muitas, são ocasionalmente cozinhadas com migalhas de pão, que não permitidos na dieta.

A dieta slow carb não permite a ingestão de frutas, laticínios e frituras. Esses alimentos podem ser ingeridos normalmente nos dias de folga.

O dia de folga

Na slow carb, o dia de folga serve para aliviar o estresse que muitas vem com a dieta.

Além disso, a ideia é que a mudança de um plano rígido para um dia comendo o que quiser, ajuda a evitar que sua taxa metabólica diminua. Este é um efeito colateral resultante da restrição calórica prolongada.

Neste dia, não deve-se contar calorias ou se preocupar com o que é ingerido, incluindo bebidas alcoólicas.

Curiosamente, há evidências de que os dias de folga beneficiam a perda de peso. Algumas evidências mostram que eles estimulam a taxa metabólica e aumentam os níveis sanguíneos do hormônio leptina, o que reduz a fome (3, 4).

Além disso, comer mais carboidratos durante os dias de folga aumenta ainda mais os níveis de leptina (5, 6).

Após seis dias seguindo a dieta slow carb, o sétimo está liberado para ingerir o que quiser, incluindo bebidas alcoólicas. Esse dia de folga serve para aliviar o estresse causado pela dieta e também estimular a taxa metabólica.

Recomendações

O autor do livro “4 horas por semana” fornece algumas recomendações que ajudam a aumentar as chances de manter o plano de dieta a longo prazo. Ele também oferece algumas soluções para questões comuns que podem surgir ao longo do caminho.

alimentos proibidos na dieta slow carb

Para alimentos permitidos

  • Mais vegetais: Preencha seu prato com vegetais permitidos como espinafre, brócolis e aspargos.
  • Coma gorduras saudáveis: A dieta recomenda o aumento da gordura em sua dieta, consumindo gorduras saudáveis. Isso ajuda a prevenir o aumento dos níveis de açúcar no sangue.
  • Pequenas quantidades de refrigerantes diet são aceitáveis: Embora bebidas de alto teor calórico não sejam recomendadas, é permitido beber até 450 ml de refrigerante diet por dia.
  • O vinho tinto está liberado: Pode-se ingerir até dois copos de vinho tinto por dia, preferencialmente os vinhos secos.
  • Beba o que quiser no dia de folga: Você pode beber qualquer tipo e quantidade de bebidas alcoólicas no seu dia de folga.
  • Alimentos congelados ou enlatados são permitidos: Alimentos preservados usando qualquer método estão liberados.
  • Carne não é necessária: Os veganos podem seguir a dieta. Embora a carne seja altamente recomendada, não é necessária.

Para alimentos não permitidos

  • Não são permitidos frutas, exceto abacates: O consumo não deve exceder mais de 1 copo (150 g) ou uma refeição por dia.
  • Os lanches não são recomendados: Se você ainda estiver com fome além das quatro refeições e quiser fazer um lanche, faça uma pequena refeição apenas com proteínas e vegetais.
  • Laticínios não permitidos: Porém o queijo cottage é uma exceção.

Alguns alimentos especiais

  • Amêndoa ou pasta de amendoim: Se você ficar com fome antes de dormir, pode comer de uma a duas colheres (15 a 30 ml) de manteiga de amêndoas ou manteiga de amendoim.
  • Suco de limão espremido antes das refeições: Isso ajuda a diminuir os níveis de açúcar no sangue. Evite usar suco de limão com adição de açúcar e conservantes.
  • Use canela: Durante as refeições, ela ajudar a reduzir os níveis de açúcar no sangue depois.

Muitos afirmam que a dieta slow carb é eficaz para perda de peso. Ela é baseada em cinco regras, que aumentam a taxa metabólica e evitam o armazenamento de gordura.

Assim como a dieta cetogênica, ela recomenda a baixa ingestão de carboidratos, como açúcares e grãos. E o aumento do consumo de proteínas, vegetais e leguminosas.

Também incentiva um dia de folga semanal, onde você pode comer o que desejar.

Ficou interessado em praticá-la? Comente aqui!

Saiba mais

Dieta Paleo – Um Guia Completo para Você Emagrecer

Dieta Low Carb: Guia para Iniciantes

Dieta Anti-Inflamatória: Guia para Iniciantes

Dieta militar: Um Guia Para Iniciantes

Receba seu boletim gratuito!

Coma mais inteligente e sem terrorismos com as melhores dicas e conselhos nutricionais entregues diariamente à sua caixa de entrada.

Dicas e Conselhos sobre Nutrição

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *