O nível elevado de açúcar no sangue ocorre quando o corpo não é capaz de transportar o açúcar para as células, podendo levar a diabetes.

A pressão arterial varia de acordo com fatores como stress, atividades físicas e alimentação.

Veja algumas formas fáceis de diminuir os níveis de glicose naturalmente.

Exercite-se regularmente

Exercite-se regularmente

Atividades físicas regulares ajudam na perda de peso e aumento da sensibilidade à insulina.

Essa sensibilidade significa que as células são mais capazes de usar o açúcar disponível na corrente sanguínea.

Os exercícios também auxiliam os músculos a usarem a glicose para energia e contração muscular.

Existem inúmeras possibilidades, desde musculação a ciclismo, de dança a natação. Basta pesquisar e entender o que mais combina com você.

Controle a ingestão de carboidratos

Nosso corpo quebra os carboidratos em açúcares e então a insulina os conduz para as células.

Quando ingerimos muito desse nutriente ou temos problemas com essa função, o processo falha e os níveis de glicose no sangue aumentam. Por isso, é recomendável controlar o consumo ou usar um sistema de substituição.

A melhor forma é planejar suas refeições com antecedência, ajustando a quantidade de nutrientes para manter uma dieta balanceada.

Aumente a ingestão de fibra

A fibra retarda a digestão de carboidratos e a absorção do açúcar. Por estas razões, promove um aumento mais gradual desses níveis no sangue.

Existem dois tipos: a insolúvel e a solúvel. Embora ambos sejam importantes, a solúvel demonstrou ser responsável por reduzir a glicose no corpo (1, 2, 3, 4).

Alimentos ricos em fibras incluem vegetais, frutas, legumes e grãos integrais.

A ingestão diária recomendada é de cerca de 25 gramas para mulheres e 38 gramas para homens. Cerca de 14 gramas para cada 1.000 calorias (5).

Beba água e se mantenha hidratado

Beber bastante água pode ajudar a manter os níveis de açúcar no sangue dentro de limites saudáveis.

Além de prevenir a desidratação, ajuda os rins a eliminar o excesso de glicose através da urina.

Um estudo observacional mostrou que aqueles que bebiam mais desse líquido tinham menor risco de desenvolver hipertensão (6).

A água potável reidrata o sangue regularmente e reduz o risco de diabetes (7, 8, 9).

Comece a controlar as porções

O controle de porção ajuda a regular a ingestão de calorias e pode levar à perda de peso.

Consequentemente, promove níveis saudáveis de açúcar no sangue e demonstrou reduzir o risco de desenvolver diabetes tipo 2 (10).

Confira algumas dicas úteis para iniciar a atividade:

  • Meça e pese as porções.
  • Use pratos menores.
  • Evite restaurantes à vontade.
  • Leia os rótulos dos alimentos e verifique os tamanhos das porções.
  • Mantenha um diário alimentar.
  • Coma devagar.

Escolha alimentos com baixo índice glicêmico

O índice glicêmico foi desenvolvido para avaliar a resposta do açúcar no sangue do corpo a alimentos que contêm carboidratos (11).

A ingestão de alimentos com o valor baixo mostrou reduzir a glicose no sangue em longo prazo em diabéticos tipo 1 e tipo 2 (12, 13).

Alimentos com baixo índice glicêmico incluem frutos do mar, carne, ovos, aveia, cevada, feijão, lentilha, legumes, batata-doce, milho, inhame, a maioria das frutas e vegetais sem amido.

Controle os níveis de estresse

O estresse pode afetar os níveis de açúcar no sangue (14, 15).

Hormônios como o glucagon e o cortisol são secretados durante o estresse, fazendo com que a taxa de glicose suba (16, 17).

Um estudo mostrou que exercícios, relaxamento e meditação reduziram significativamente o estresse e consequente esse níveis em estudantes e diabéticos crônicos (18, 19, 20).

Monitore a glicose no sangue

Medir e monitorar os níveis de glicose no sangue também pode ajudar a controlá-los.

Manter-se informado auxilia a determinar se é necessário fazer ajustes em refeições ou medicamentos. Também ajuda a descobrir como o corpo reage a certos alimentos (21, 22, 23).

Procure medi-la com frequência e mantenha um histórico dessas consultas.

Tenha um sono de qualidade

Tenha um sono de qualidade

Dormir o suficiente é ótimo e necessário para uma boa saúde (24).

Maus hábitos de sono e falta de descanso também afetam os níveis de açúcar no sangue e a sensibilidade à insulina. Eles podem aumentar o apetite e promover ganho de peso (25, 26).

A privação do sono diminui a liberação de hormônios de crescimento e aumenta a produção de cortisol. Ambos desempenham um papel importante no controle da glicose (27, 28, 29).

Coma alimentos ricos em cromo e magnésio

Níveis elevados de açúcar no sangue e diabetes também têm sido associados a deficiências de micronutrientes (30, 31).

Exemplos incluem os minerais cromo e magnésio.

O primeiro está envolvido no metabolismo de carboidratos e gorduras. Também ajuda a controlar a glicose e a falta pode predispor à intolerância ao nutriente (32, 33, 34).

Alimentos ricos nesse mineral incluem gemas de ovos, produtos de grãos integrais, café, nozes, feijão, brócolis e carne.

O segundo mostrou beneficiar os níveis de açúcar no sangue e a deficiência tem sido associada a um risco maior de desenvolver diabetes (35, 36, 37).

Alimentos ricos em magnésio incluem folhas verdes escuras, grãos integrais, peixe, chocolate amargo, banana, abacate e feijão.

Experimente o vinagre de maçã

O vinagre de maçã tem muitos benefícios para a saúde.

Promove níveis mais baixos de açúcar no sangue em jejum, possivelmente diminuindo a produção pelo fígado ou aumentando o uso pelas células (38, 39, 40).

Além disso, estudos mostram que o vinagre influencia significativamente a resposta do corpo aos açúcares e melhora a sensibilidade à insulina (41, 42, 43).

Para incorporá-lo em sua dieta, é possível adicioná-lo a saladas ou misturar 2 colheres de chá na água.

No entanto, é importante consultar o seu médico antes de consumi-lo caso já esteja ingerindo medicamentos que diminuem a glicose.

Consuma mais canela

A canela é uma especiaria usada desde o Egito antigo e possui inúmeros benefícios.

Ela é responsável por melhorar a sensibilidade à insulina e diminuir os níveis de açúcar no sangue (44, 45).

A canela retarda a quebra de carboidratos no trato digestivo, que modera o aumento da glicose após uma refeição (46, 47).

Também age de maneira semelhante à insulina, embora a um ritmo muito mais lento (48).

Uma quantidade eficaz é de 1 a 6 gramas de canela por dia, ou cerca de 0,5 a 2 colheres de chá. O excesso pode ser prejudicial (49).


Sugerimos alguns métodos fáceis para diminuir o açúcar no sangue naturalmente.

Mas é importante consultar um médico com frequência e informá-lo de quaisquer alterações que possam acontecer.

Principalmente caso já esteja ingerindo medicamentos para controlar esses níveis.

Continue lendo:

A importância dos micronutrientes na sua dieta

21 Hábitos para uma Vida Saudável

Adoçantes Naturais: 4 opções saudáveis para sua saúde

1 COMENTÁRIO

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here