Ter um horta em casa pode ser extremamente benéfico para quem quer ter uma dieta mais saudável.

Ela proporciona uma maior qualidade de vida, já que terá acesso a alimentos frescos e orgânicos.

Além disso, também é ótimo para economizar com supermercados e feiras.

Nesse artigo, te ajudaremos com as principais informações para que possa começar a plantar sem maiores dificuldades.

Escolhendo o local

Mesmo com pouco espaço, é possível ter a sua própria horta. O essencial é que o local escolhido receba pelo menos algumas horas de luz natural por dia.

Mesmo com pouco espaço, é possível ter a sua própria horta. O essencial é que o local escolhido receba pelo menos algumas horas de luz natural por dia.

Em apartamentos, é possível utilizar janelas, sacadas e varandas. Quanto melhor a iluminação, maior a variedade de mudas para plantar.

Veja algumas formas de cultivo e defina qual a mais apropriada para o espaço que tem disponível.

MétodoIndicações
SoloPara quem mora em casa e possui um quintal, pode fazer a horta diretamente no solo.
VasosCom uma imensa variedade de tamanhos, é indicada para casos e apartamentos.
VerticalEsse método consiste em utilizar embalagens recicláveis, vasos e outros recipientes presos diretamente na parede. Ideal para quem mora em apartamento e não possui muito espaço.

Caso escolha o segundo ou o terceiro método, certifique-se que os recipientes possuam furos na parte de baixo, para que o excesso de água possa escorrer.

Escolhendo o que plantar

Ervas e temperos precisam de menos horas de luz natural por dia, por isso é indicado começar por elas.

Verduras e vegetais, que exigem mais cuidados e dedicação, podem ser inseridos na horta em um segundo momento.

Vamos agora entender um pouco mais sobre cada um desses plantios.

Ervas e temperos

Manjericão: Podemos plantar as sementes ou mudas já em seus locais definitivos. No caso da primeira opção, colocar a semente com cerca de 1 cm de profundidade.

A terra deve permanecer sempre úmida e a colheita pode ser realizada de dois a três após o plantio.

Alecrim: Assim como o manjericão, podemos plantar as sementes ou as mudas. No começo, a irrigação deve ser constante, podendo ser mais espaçada ao decorrer do tempo.

Na hora da colheita, que pode ser realizada dois meses depois do plantio, é indicado que metade do ramo seja mantido.

Cebolinha: Assim como citamos acima, a cebolinha também pode ser plantada a partir de sementes ou mudas. A terra necessita de nutrientes e irrigação.

A colheita pode ser feita de dois a quatro meses após o plantio. Ao contrário do alecrim, toda a folha deve removida.

Salsinha: Ela precisa de um pouco mais de profundidade, cerca de 30 cm, para que as raízes possam se desenvolver.

As folhas devem ser colhidas inteiras, de dois a três meses depois do plantio.

Verduras e vegetais

Tomate cereja: Pode ser inserido na horta a partir de sementes e a colheita pode ser feita dois meses após o plantio.

Espinafre: Além de ser delicioso, ele se adapta bem a pequenos ambientes. A irrigação deve ser frequente e a colheita é feita de 40 a 90 dias após o plantio.

Couve: Quanto mais espaço, melhor para a planta. Para vasos, a recomendação é que ele tenha pelo menos 25 cm de diâmetro. A terra deve ser mantida bem irrigada.

Brócolis: Ele se adapta a pequenos espaços, mas precisa de muitos nutrientes. A colheita pode variar de espécie para espécie, mas fica em torno de de 70 a 100 dias após o plantio.

Sobre o cultivo

Irrigação

Deve-se tomar cuidado com a irrigação em excesso, já que ela pode prejudicar o solo, levando embora os nutrientes e prejudicando a sua horta.

É claro que a atividade varia de planta para a planta, mas o indicado é que seja feita de dois em dois dias, pela manhã.

Também é importante regar apenas a terra e evitar jogar água diretamente nas folhas.

Ao decorrer do tempo, vamos aprendendo a identificar a necessidade de cada planta, facilitando esse processo.  

Preparo da terra

O solo deve possuir nutrientes e matéria orgânica necessários para o cultivo das plantas. É possível comprar a terra já pronta em lojas especializadas, ou fazê-lo você mesmo.

Importante se atentar ao fato dela estar solta, para que as raízes possam se desenvolver corretamente, sem atritos.

Adubos

Manter a terra adubada vai auxiliar o desenvolvimento da sua horta, já que as plantas costumam ser bastante exigentes em relação aos nutrientes.

O indicado é que a adubação seja realizada a cada 15 dias e pode ser feitas com compostos orgânicos, como esterco de animais e restos de comida.

Pragas

Até mesmo as hortas caseiras estão sujeitas a pragas, mas é possível resolver isso de forma natural, evitando venenos industrializados.

Existem receitas de inseticidas feitos a partir de alho, óleo vegetal, pimenta e coentro. Para citar os mais simples.


Continue lendo:

Benefícios do Alho para Saúde

Goji Berry: Fatos, Mitos e Dicas

20 Alimentos Deliciosos e Ricos em Proteína

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here