chá verde
giphy.com

O chá verde, nativo da China e da Índia, foi consumido e saudado por seus benefícios para a saúde durante séculos a nível mundial, mas recentemente ganhou popularidade nas Américas.

O chá é a bebida mais consumida do mundo atrás da água. No entanto, 78 por cento do chá consumido em todo o mundo é preto e apenas cerca de 20 por cento é verde.

Todos os tipos de chá, exceto o chá de ervas, são elaborados a partir das folhas secas da Camellia Sinensis. O nível de oxidação das folhas determina o tipo de chá.

O chá verde é feito de folhas não oxidadas e é um dos tipos de chá menos processados ​​(com menos chá branco) e, portanto, contém a maioria dos antioxidantes e polifenóis benéficos.

Benefícios do chá verde para a saúde

Listamos abaixo os benefícios para a saúde associados ao chá verde. Ele é muito usado na medicina tradicional chinesa e indiana para controlar o sangramento e curar feridas, ajudar a digestão, melhorar o coração e a saúde mental e regular a temperatura corporal.

Estudos recentes mostraram que o chá verde pode potencialmente ter efeitos positivos sobre tudo, desde perda de peso até distúrbios hepáticos, diabetes tipo 2 e doença de Alzheimer.

1 – Chá verde e prevenção do câncer

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer, os polifenóis no chá demonstraram diminuir o crescimento de tumores em estudos laboratoriais em animais e podem proteger contra danos causados ​​pela radiação UVB ultravioleta.

Nos países onde o consumo de chá verde é alto, as taxas de câncer tendem a ser mais baixas, mas é impossível saber com certeza se é o chá verde que previne o câncer nessas populações específicas ou outros fatores de estilo de vida.

Alguns estudos também mostraram os impactos positivos do chá verde nos seguintes tipos de câncer:

  • Mama
  • Bexiga
  • Ovário
  • Colorretal (intestino)
  • Esofágico (garganta)
  • Pulmão
  • Próstata
  • Pele
  • Estômago

Os pesquisadores acreditam que é o alto nível de polifenóis no chá que ajuda a matar células cancerosas e impedi-las de crescer.

No entanto, os mecanismos exatos pelos quais o chá interage com células cancerosas são desconhecidos.

A quantidade de chá necessária para os efeitos preventivos do câncer também varia amplamente em estudos, variando de 2-10 xícaras por dia.

2 – Benefícios do chá verde ao coração

Um estudo de 2006 publicado no Journal of the American Medical Association concluiu que o consumo de chá está associado à mortalidade reduzida devido a todas as causas, incluindo doença cardiovascular.

O estudo seguiu mais de 40.000 participantes japoneses com idades entre 40 e 79 por 11 anos, a partir de 1994.

Os participantes que beberam pelo menos 5 xícaras de chá verde por dia tiveram um risco significativamente menor de morrer (especialmente de doenças cardiovasculares) do que aqueles que bebiam menos de uma xícara de chá por dia.

O chá contém catequinas, compostos polifenólicos que se pensa que exercem inúmeros efeitos protetores, particularmente no sistema cardiovascular.

3 – Chá verde e colesterol

 Uma análise de estudos publicados em 2011 descobriu que o consumo de chá verde, como bebida ou em forma de cápsula, estava ligado a reduções significativas, mas modestas, no total e LDL ou colesterol “ruim”.

4 – Risco de acidente vascular cerebral (AVC) e chá verde

Beber chá verde ou café regularmente está associado a um risco reduzido de acidente vascular cerebral, de acordo com um estudo publicado na revista Stroke: Journal of the American Heart Association.

O principal autor do estudo, O Dr. Yoshihiro Kokubo, Ph.D., disse: “Este é o primeiro estudo em larga escala a examinar os efeitos combinados dos riscos do chá e do café em acidentes vasculares cerebrais.

Você pode fazer uma mudança de estilo de vida pequena mas positiva para ajudar a reduzir o risco de acidente vascular cerebral adicionando chá verde diariamente à sua dieta”.

5 – Chá verde para diabetes tipo 2

Estudos sobre a relação entre chá verde e diabetes foram inconsistentes. Alguns apresentaram menor risco de desenvolver diabetes tipo 2 para bebedores de chá verde do que aqueles que não consumiram chá, enquanto outros estudos não encontraram nenhuma associação entre o consumo de chá e diabetes.

6 – Chá verde e perda de peso

O chá verde pode promover uma perda de peso pequena e não significativa em adultos com sobrepeso e obesidade.

No entanto, uma vez que a perda de peso nos estudos foi tão mínima, é improvável que o chá verde seja clinicamente importante para a perda de peso.

7 – Chá verde e doenças inflamatórias da pele

Um estudo de 2007 concluiu que o chá verde poderia ser promissor como um novo tratamento para distúrbios da pele, como a psoríase e a caspa.

Os pesquisadores estudaram um modelo animal para doenças inflamatórias da pele, muitas vezes caracterizadas por manchas de pele seca, vermelha e escamosa causada pela inflamação e sobreprodução de células da pele.

Aqueles tratados com chá verde apresentaram crescimento mais lento das células da pele e a presença de um gene que regula os ciclos de vida das células.

8 – Memória de trabalho e os efeitos do chá verde

Pesquisa publicada na revista Psychopharmacology sugere que o chá verde pode melhorar as funções cognitivas do nosso cérebro, particularmente a memória de trabalho.

A equipe de pesquisa disse que suas descobertas sugerem que poderia ser promissor no tratamento de deficiências cognitivas associadas a distúrbios neuropsiquiátricos, como a demência.

9 – Chá verde e doença de Alzheimer

Em um estudo publicado em 2011, os pesquisadores testaram o efeito de um componente de chá verde, extrato (CAGTE ou “cólon”), depois de ter sido digerido, para ver como isso afetou uma proteína chave na doença de Alzheimer.

A Alzheimer’s Society comentou que “este estudo acrescenta-se a pesquisas anteriores que sugerem que o chá pode ajudar a reduzir o risco de doença de Alzheimer.

No entanto, os pesquisadores usaram uma dose muito maior do produto químico ativo de chá do que nunca seria encontrado no corpo humano. Mais pesquisas são necessárias para ver se o chá é protetor a uma dose muito mais baixa e para entender o mecanismo envolvido”.

Outros estudos descobriram que o chá verde pode ser útil na prevenção de cavidades dentárias, estresse, fadiga crônica, tratamento de condições de pele e melhoria da artrite, reduzindo a inflamação.

Desagregação nutricional do chá verde

O chá fabricado e não cozido é uma bebida sem calorias. A cafeína contida em uma xícara de chá pode variar de acordo com o tempo de infusão e a quantidade de chá infundida.

Em geral, o chá verde contém uma quantidade relativamente pequena de cafeína (aproximadamente 20-45 miligramas por copo de 230ml), em comparação com o chá preto, que contém cerca de 50 miligramas e café com 95 miligramas por xícara.

Considerado uma das bebidas mais saudáveis ​​do mundo e contém uma das maiores quantidades de antioxidantes de qualquer chá.

Os produtos químicos naturais chamados de polifenóis no chá são o que se pensa fornecer os efeitos anti-inflamatórios e anti-cancerígenos.

O chá verde é de aproximadamente 20-45 por cento de polifenóis em peso, dos quais 60-80 por cento são catequinas, como EGCG. As catequinas são antioxidantes que ajudam a prevenir danos celulares.

Tipos de chá

O chá verde está disponível em vários tipos, incluindo:

  • Engarrafado ou em caixas, adoçado com açúcar ou um adoçante artificial
  • Em sachês de chá
  • Como folhas soltas
  • Em pó instantâneo
  • Suplementos de chá verde, que são vendidos em forma de cápsula ou extratos líquidos

De acordo com a pesquisa de 2010 apresentada na American Chemical Society, os chás engarrafados ou em caixas não são equivalentes aos chás feitos por infusão natural, já que alguns chás engarrafados ou em caixas podem conter menos polifenóis do que uma xícara de chá feito em infusão.

Efeitos colaterais e riscos

Há poucos ou nenhuns efeitos colaterais conhecidos ou contra-indicações para beber chá verde para adultos. No entanto, os seguintes riscos ou complicações devem ser claros:

  • Sensibilidade à cafeína Aqueles com sensibilidade severa à cafeína podem experimentar insônia, ansiedade, irritabilidade, náuseas ou dor de estômago.
  • Antecoagulantes  Aqueles que tomam anticoagulantes (como o Coumadin/Varfarina) devem evitar beber chá verde devido ao seu teor de vitamina K, pois o seu consumo reduz a eficácia da coagulação das plaquetas.
  • Outros estimulantes – Se tomados com drogas estimulantes, o chá verde pode aumentar a pressão arterial e a freqüência cardíaca.

Os suplementos de chá verde contêm altos níveis de substâncias ativas que podem desencadear efeitos colaterais e interagir com outras ervas, suplementos ou medicamentos.

No Brasil os suplementos de chá são regulados pelo ANVISA, sua forma de uso, classificações e demais contaminantes aceitáveis são descritos nas RDCs 266, 267, 268 ou no repositório da embrapa.

Visite sempre o seu Nutricionista antes de iniciar qualquer regime contendo ervas ou suplementos.

Em particular, as mulheres grávidas ou amamentando, aquelas com problemas cardíacos ou hipertensão, problemas nos rins ou no fígado, úlceras no estômago ou transtornos de ansiedade não devem tomar suplementos ou extratos do chá.

Continue lendo:

Os Principais Alimentos que Fazem Bem Para a Pele

Adolescentes: Como perder peso com saúde

11 Benefícios que a Quinoa para sua Saúde

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here


Quer receber dicas sobre Nutrição? Marque aqui ;)