10 Principais Benefícios da Canela

A canela é uma das especiarias mais antigas e é muito valorizada por suas propriedades medicinais, descobertas há milhares de anos.

Conheça agora os principais benefícios desse tempero, baseado em estudos científicos.

1. Propriedades medicinais

Propriedades medicinais da canela

A canela é uma especiaria feita a partir da casca interna das árvores cientificamente conhecidas como Cinnamomum.

Ela tem sido usado como ingrediente ao longo da história, principalmente no antigo Egito. Costumava ser rara e valiosa, sendo considerada um presente adequado para reis.

Atualmente, a canela é barata, está disponível em todos os supermercados e é usada como ingrediente em vários alimentos e receitas.

Ela é feita cortando as hastes das árvores. A casca interna é então extraída e as partes lenhosas removidas.

Quando seca, forma tiras que se enrolam, os chamados paus de canela. Essas varas podem ser moídas para formar canela em pó.

O cheiro e sabor distintos são devido à parte oleosa, ricas em cinamaldeído. Os cientistas acreditam que este composto é responsável pela maioria dos poderosos efeitos da canela na saúde e no metabolismo  (1, 2).

A canela é usada desde o Egito antigo, onde era considerada valiosa, por ser rara. Hoje em dia, ela é acessível e pode ser comprada tanto em pau quanto em pó. Os benefícios estão associados ao composto cinamaldeído.

2. Rica em antioxidantes

Os antioxidantes protegem o nosso corpo contra os danos oxidativos causados pelos radicais livres. A canela é rica nessas substâncias, principalmente os polifenóis (3, 4, 5).

Em um estudo que comparou a atividade antioxidante de 26 especiarias, a canela acabou saindo vencedora, superando “super alimentos” como alho e orégano (6).

Ela é tão poderosa que pode ser usada também como conservante natural de alimentos (7).

A canela é rica em antioxidantes, principalmente em polifenóis. Eles protegem o nosso corpo de danos oxidativos. Também é usada como conservante natural de alimentos.

3. A canela possui propriedades anti-inflamatórias

A inflamação é uma reação importante do corpo, pois ajuda o organismo a combater infecções e a reparar danos nos tecidos. Porém, quando crônica, pode se tornar um problema.

A canela pode ser útil a este respeito. Estudos mostram que essa especiaria e seus antioxidantes têm potentes propriedades anti-inflamatórias (8, 9).

A inflamação ajuda o nosso corpo a combater infecções mas pode se tornar prejudicial quando crônica. Estudos mostram que a canela tem propriedades anti-inflamatórias muito potentes.

4. Reduz o risco de doenças cardíacas

A canela tem sido associada a uma redução do risco de doença cardíaca, a causa mais comum de morte prematura no mundo.

Em pessoas com diabetes tipo 2, demonstrou-se que 1 grama ou aproximadamente meia colher de chá por dia da especiaria tem efeitos benéficos nos marcadores sanguíneos.

Reduz os níveis de colesterol total, colesterol LDL “ruim” e triglicerídeos, enquanto o colesterol HDL “bom” permanece estável (10).

Mais recentemente, um grande estudo de revisão concluiu que uma dose de canela de apenas 120 mg por dia pode ter esses efeitos. Neste estudo, ela também aumentou os níveis “bons” de colesterol HDL (11).

Em estudos com animais, a canela mostrou reduzir a pressão arterial (3).

Quando combinados, todos esses fatores podem reduzir drasticamente o risco de doença cardíaca.

A canela ajuda a reduzir fatores de risco para doenças cardíacas. Sendo as principais delas a redução do colesterol ruim (LDL), triglicerídeos e pressão arterial. Além de aumentar o bom colesterol (HDL).

5. A canela pode melhorar a sensibilidade à insulina

A insulina é um dos principais hormônios que regulam o metabolismo e o uso de energia.

Também é essencial para transportar açúcar no sangue da corrente sanguínea para as células.

O problema é que muitas pessoas são resistentes aos seus efeitos. Essa condição é conhecida como resistência à insulina, uma característica de doenças graves, como síndrome metabólica e diabetes tipo 2.

A boa notícia é que a canela pode reduzir drasticamente essa resistência, ajudando o hormônio a fazer o seu trabalho (12, 13).

Ao aumentar a sensibilidade à insulina, a canela pode reduzir os níveis de açúcar no sangue, como discutido no próximo subtítulo.

A canela reduz a resistência à insulina, uma condição considerada um dos principais fatores de doenças graves, como síndrome metabólica e diabetes tipo 2.

6. Também ajuda a prevenir a diabetes

Além dos efeitos benéficos sobre a resistência à insulina, a canela pode reduzir o açúcar no sangue por vários outros mecanismos.

Primeiro, a especiaria mostrou diminuir a quantidade de glicose que entra na corrente sanguínea após uma refeição.

Ela faz isso interferindo em inúmeras enzimas digestivas, o que retarda a decomposição de carboidratos no trato digestivo (14, 15).

Em segundo lugar, um composto na canela pode atuar nas células, imitando a insulina (16, 17).

Isso melhora muito a absorção de glicose pelas células, embora sua ação seja mais lenta do que a própria insulina.

Numerosos estudos em humanos confirmaram os efeitos antidiabéticos da canela, mostrando que ela pode reduzir os níveis de açúcar no sangue em jejum em 10–29% (18, 19, 20).

A quantidade efetiva é de 1 a 6 gramas ou cerca de 0,5 a 2 colheres de chá por dia.

A canela é conhecida por diminuir os níveis de açúcar no sangue, ajudando a prevenir a diabetes. A quantidade recomendada é de 1 a 6 gramas por dia.

7. Possui benefícios em relação a doenças neurodegenerativas

As doenças neurodegenerativas são caracterizadas pela perda progressiva da estrutura ou função das células cerebrais. Alzheimer e Parkinson são os tipos mais comuns.

Dois compostos encontrados na canela parecem inibir o acúmulo de uma proteína chamada tau no cérebro, que é uma das características da primeira, Alzheimer (21, 22, 23).

Em um estudo em camundongos com a segunda, a especiaria ajudou a proteger os neurônios, normalizou os níveis de neurotransmissores e melhorou a função motora (24).

Estes efeitos precisam ser mais estudados em humanos.

Em dois estudos diferentes, a canela mostrou ajudar na prevenção de doenças neurodegenerativas, como Alzheimer e Parkinson. As pesquisas são preliminares e precisamos de mais fontes para comprovar este benefício.

8. A canela pode proteger contra o câncer

Canela ajuda a prevenir doenças

O câncer é uma doença grave, caracterizada pelo crescimento celular descontrolado.

A canela tem sido amplamente estudada por seu uso potencial na prevenção e tratamento dessa condição.

No geral, as evidências são limitadas a estudos em animais e em tubos de ensaio, que sugerem que os extratos da especiaria pode ter esse efeito (25, 26, 27, 28, 29).

Ela atua reduzindo o crescimento das células cancerígenas e a formação de vasos sanguíneos nos tumores. Além de ser tóxica, causando a morte celular.

Um estudo em camundongos com câncer de cólon revelou que a canela é um potente ativador de enzimas desintoxicantes nessa região, protegendo contra o crescimento da doença (30).

Esses achados foram apoiados por experimentos em tubo de ensaio, que mostraram que a canela ativa respostas antioxidantes protetoras nas células do cólon humano (31).

Estudos em tubos de ensaio mostram que a canela atua reduzindo o crescimento das células cancerígenas, sendo uma importante aliada na luta contra o câncer. Mais pesquisas nessa área são requeridas.

9. Ajuda na luta contra fungos e bactérias

O cinamaldeído, um dos principais componentes ativos da canela, pode ajudar a combater vários tipos de infecção.

O óleo da especiaria é usado para tratar eficazmente infecções do trato respiratório causadas por fungos.

Também pode inibir o crescimento de certas bactérias, incluindo Listeria e Salmonella (32, 33).

No entanto, a evidência é limitada e, até agora, não se demonstrou que a canela reduz infecções em outras partes do corpo.

Os efeitos antimicrobianos também podem ajudar a prevenir a cárie dentária e reduzir o mau hálito (34, 35).

A canela mostrou ter efeitos anti bactérias. Ela pode ser usada para prevenir cáries dentárias e também na redução do mau hálito.

10. Auxilia a luta contra HIV

O HIV é um vírus que decompõe lentamente o sistema imunológico, o que pode levar à AIDS, se não for tratado.

Acredita-se que a canela extraída das variedades Cassia ajude a combater o HIV-1, a cepa mais comum do vírus em humanos (36, 37).

Um estudo de laboratório que analisou células infectadas pela doença descobriu que a especiaria era o tratamento mais eficaz de todas as 69 plantas medicinais estudadas (38).

Testes em humanos são necessários para confirmar esses efeitos.

Um estudo de laboratório mostrou que a canela pode ajudar a combater o HIV-1, uma das variações mais comuns do vírus. Teste em humanos são necessários para a confirmação desses efeitos.


A canela é uma das especiarias mais deliciosas e saudáveis do planeta.

Pode reduzir os níveis de açúcar no sangue, diminuir os fatores de risco de doenças cardíacas, além de possuir uma infinidade de outros benefícios de saúde.

Você já conhecia as vantagens desse tempero? Gosta de usá-la em suas receitas? Comente e nos conte o que achou!

Veja também:

Benefícios do Jejum para Saúde

Benefícios da Semente de Chia

Qual o mais Saudável: Chá Preto ou Chá Verde?


Receba seu boletim gratuito!

Coma mais inteligente e sem terrorismos com as melhores dicas e conselhos nutricionais entregues diariamente à sua caixa de entrada.

Dicas e Conselhos sobre Nutrição

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *